Pedro Almeida / Nuno Almeida em Skoda Fabia vencem o Rali de Famalicão 2017

Pedro Almeida / Nuno Almeida, os vencedores
Skoda Fabia o carro dos vencedores
Pódio 

Classificação do Pódio

1º - Pedro Almeida / Nuno Almeida em Skoda Fabia, com o tempo total de: 24:08.9m

2º -  Ricardo Costa / Sérgio Rocha em Peugeot 206, a +9.7s

3º - Luís Delgado / André Carvalho em Citroen C2, a +10.3s

Classificação Geral Oficiosa

Pedro Almeida vence Rali Famalicão

Pedro Almeida e Nuno Almeida (Skoda Fabia) venceram este domingo o Rali de Famalicão, impondo-se no segundo dia de prova, após tomarem de “assalto” a liderança do rali na primeira especial do dia de hoje (domingo), sexta da prova. A dupla de Famalicão, respondeu muito forte na última secção do rali, vencendo os últimos três troços do segundo dia, que a levaram a tomar o comando do rali com uma margem que permitiu ao jovem piloto de apenas 19 anos vencer o primeiro rali da sua curta carreira. Pedro Almeida torna-se assim, no mais jovem piloto a vencer o Rali de Famalicão, enquanto Nuno Almeida – navegador, vence esta competição pela terceira vez, sendo duas delas ao lado de Mário Almeida (pai de Pedro) que também já venceu o Rali de Famalicão por duas vezes.

Não tenho palavras para descrever a alegria que sinto, vencer o Rali da minha terra é um orgulho enorme”, foram estas as primeiras palavras do mais jovem piloto famalicense a vencer um dos mais míticos e participados ralis em território nacional. Ciente das dificuldades que poderia encontrar ao longo da prova, com uma viatura que desconhecia por completo, Pedro Almeida adoptou uma toada mais defensiva nas primeiras especiais do primeiro dia de prova, para na derradeira secção impor as suas capacidades e competitividade do Skoda Fabia: “Sabíamos que os primeiros quilómetros iam ser mais difíceis, mas, rapidamente fomos conhecendo melhor o carro e gerimos o andamento para atacar forte no derradeiro dia. O Skoda foi um carro de recurso, face à indisponibilidade do Clio R3 que utilizo no campeonato Galego, por isso tínhamos que ser cautelosos para não cometer excessos. E, foi isso que fizemos, contamos com um carro que não deu qualquer tipo de problema e fomos impondo o nosso ritmo”, realçou Pedro Almeida que após terminar o primeiro dia com uma desvantagem de 2,8s para o líder, não só anulou essa desvantagem como superou a concorrência terminando com uma margem de 9,7s para o segundo classificado (Ricardo Costa) e 20s, para o terceiro (Luís Delgado).

Esta vitória não é só minha, é de toda uma equipa que me proporcionou condições para realizar uma prova de grande nível, desde o meu navegador, a equipa de assistência à minha família que me apoia incondicionalmente, até aos muitos aficcionados e amigos“, conclui Pedro Almeida.

PARCEIROS APILOTOS